Fale com a Prefeitura Atendimento das 8:00 às 12:00h - 13:00 às 17:00h
Prefeitura Sarutaiá
(18) 3639-9000

Sem festividades, Aracanguá completa 27 anos neste sábado VOLTAR

Em seus 27 anos de emancipação político-administrativa, celebrados neste sábado, dia 13 de junho, será a primeira vez que o município de Santo Antônio do Aracanguá não contará com os habituais festejos nesta época do ano, em comemoração ao aniversário da cidade, devido à pandemia da Covid-19.

O tradicional baile na praça e outras apresentações artísticas e culturais, programadas para celebrar a data, durante o mês de junho, foram todas canceladas pela prefeitura.

Outro evento que faz parte da cultura aracanguaense, que também sofreu alteração pela primeira vez na história, foi a quermesse em louvor ao padroeiro Santo Antônio, que ocorre tradicionalmente no município por três fins de semanas consecutivos. O evento foi cancelado pela Paróquia da cidade que, mesmo sem a festa, manteve a programação religiosa durante a semana, celebrada sem a presença de fieis na igreja e a venda de frango assado, no sábado dia 13, com uma fornada na hora do almoço e outra para o jantar.

O prefeito em exercício, Roberto Doná (PSDB), que assumiu interinamente a prefeitura no último dia 10, comenta que a cidade vive sem clima para comemorações festivas, devido à pandemia do novo coronavírus e também pelo estado de saúde do prefeito Rodrigo Santana (DEM), que se encontra hospitalizado, após ser acometido pela covid-19.

Segundo Doná, o foco agora é dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos no município até que o prefeito se recupere. “É um novo aprendizado pra todos nós. Vivemos dias difíceis, mas com a esperança de que tudo vai ficar bem”, ressaltou. “Enquanto isso, vamos comemorando o desenvolvimento da nossa cidade e os novos investimentos conquistados até aqui”, acrescentou Doná.

História

Aracanguá se emancipou de Araçatuba em 1992, com a implantação efetiva do município em 1º de janeiro de 1993, com a posse do prefeito, vice- prefeito e vereadores eleitos, no pleito de 3 de outubro de 1992,  na primeira eleição do município.

Um Projeto de Lei, aprovado pela câmara municipal, alterou a data de aniversário da cidade, que foi transferida para 13 de junho, dia do Padroeiro, considerando e preservando a história do então distrito, que foi fundado a partir de uma promessa religiosa dos fundadores que doaram uma gleba de terra de 10 alqueires ao bispado de São Carlo, para que ali fosse fundado um povoado em homenagem aos seus santos devotos, Santo Antônio e Nossa Senhora do Carmo. A área foi desmembrada da Fazenda Macaúbas conforme acordo firmado quando da compra das terras do Dr. Pedro Junqueira de Andrade.

Por estar situado entres exuberantes matas nativas, o promissor povoado ficou conhecido como Patrimônio da Mata. E, por ser Aracanguá a estação ferroviária mais próxima e o único elo de comunicação, inclusive por onde chegaram as primeiras imagens destes santos, este povoado foi denominado Santo Antônio do Aracanguá. A origem da palavra Aracanguá provém da língua indígena, mais precisamente dos índios Caingangs, que habitavam esta região na época, cujo significado é “Papagaio de Cabeça Vermelha”.